Pelourinho: palco de arte

Por Carolina Dourado e Lícia Vieira

Elizete Silva, 21, é uma verdadeira artista. Engajada em projetos desde pequena, ela fez do Centro Histórico de Salvador sua maior inspiração. Através de uma entrevista com um tom descontraído, Elem – nome artístico- fala um pouco sobre sua trajetória, formação do seu caráter por meio da arte e preocupação com a sociedade. Sua história de vida serve de inspiração para muitas pessoas, posteriormente, deu origem a um filme “Maestria da Favela”. Sendo assim, Elem, tornou-se um exemplo e é reconhecida na cidade por seus projetos e personalidade.


Jornalivres: Fale um pouco sobre você e seus projetos. Quando e como você começou a participar deles?

E.S: Eu comecei a tocar desde os meus 6 anos e aos 8 anos fundei a minha própria banda que se chama “Meninos da Rocinha do Pelô”. Comecei tocando com baldes e garrafas, mas com a ajuda dos turistas e da minha mãe pude comprar os meus instrumentos.


Jornalivres: Qual a importância do Pelourinho para você?

E.S: O Pelourinho tem uma grande importância em minha vida, pois ele é minha fonte de inspiração diária.


Jornalivres
: Os projetos, os quais você já participou, agregaram em que para você como pessoa e cidadã?

E.S: Os projetos os quais eu participei foram muito importantes para a minha melhora no mundo artístico e como cidadã. Porque, através deles, eu pude conhecer novos meios para aprimorar o meu conhecimento sobre a arte.


Jornalivres: Como foi a sua experiência na “Maestrina da Favela”?  No que consiste o filme?

E.S: A minha experiência no filme “Maestrina na Favela” foi e está sendo maravilhosa. Eu revivi momentos maravilhosos com pessoas extraordinárias. Foi uma emoção tamanha. O filme consiste em mostrar a minha vida, para que sirva de exemplo para diversos jovens. Fui criada dentro de uma favela e fui uma das poucas pessoas que viveram lá e não seguiram o caminho do mal. Pude e posso mostrar a todos que não é porque você foi criado em um lugar ruim que você irá se tornar uma pessoa do mal ou entrar para criminalidade. Espero que o filme e minha história sirvam de exemplo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s